BODAS DE OURO E PRATA

“O Senhor tudo fara por mim!

 Ó Senhor, o teu amor é eterno!

Não abandones a obra das tuas mãos!” (Sal. 138,8).

As Irmãs Mercedárias Missionárias em Angola estamos de festa, pois comemoramos o Jubileu de Ouro da nossa Irmã Josefina Cortadella Archs e de Prata das Irmãs: Augusta Ana Venâncio Mandjamale e Bibiana Antónia Samuel Ngueve de Consagração á Vida Religiosa Mercedária, junto a vários sacerdotes, religiosos e religiosas da nossa Família Mercedária e outras congregações, familiares, convidados, amigos e todo o povo de Deus que nos acompanham e honram-nos com a vossa presença nesta celebração.

Depois da experiencia profunda de fé que vivemos, sinto-me chamada a expressar desde o fundo do meu coração e o sentir de todas, cada uma das Irmãs da Delegação aqui presentes e as que por motivos alheios (doença) não conseguiram estar no meio de nós.

Obrigado Senhor Jesus, por este dia, em que somos testemunhas de tanta graça, tanto dom, tanta maravilha saída de Ti, do Teu coração de Pai de Misericórdia infinita. Hoje te sentimos presente na vida e entrega de cada uma das nossas Irmãs, Josefina que doa a sua existência como Missionária quase trinta anos na edificação e revitalização da vida da Delegação aqui em Angola, desde o ano 1992, que desde o seu sim para sempre nos faz sentir o teu imenso amor, entregue a nossa Família Mercedária.

Que bom Ir. Fina, como carinhosamente te chamamos, lembrar e agradecer o que Deus Pai permitiu nestas cinco décadas: uma família cristã, vivências comunitárias, exemplo de Irmãs que se adiantaram e outras companheiras de caminho que vão e vamos acompanhadas da Nossa Mãe das Mercês, enquanto abençoamos o encontro com as pessoas, realidades e circunstâncias da vida comunitária e apostólica.

Muitos de nós aqui presentes conhecemos a história das Mercedárias Missionarias em Angola, inicia com a chegada da Irmã Palacios em 1982. Ela veio como cooperante, animada por Dom Eugénio Salesso (de feliz Memoria então bispo de Malanje) porque sua vocação era ser missionária em Africa.

 

Embora estivesse sozinha como religiosa não deixava de animar as jovens falando-lhes da sua experiencia missionária e a história da Congregação. É assim que em pouco tempo começou a receber vocacionadas. Totalizando neste primeiro momento oito aspirantes, das quais perseveram e encontram-se entre nós, as Irmãs: Bibiana e Augusta que hoje celebram os 25 anos de Vida Religiosa e a Irmã Isabel Mateus.

Todos estes anos de consagração da Irmãs Josefina, Augusta e Bibiana significam dentro de outros, uma vida de oração, de conquistas, de superação dos limites, de disponibilidade, de perseverança, de trabalho interior, de muita disposição na caminhada, em busca de atingir a meta desejada que é viver segundo o evangelho, para um dia gozar da companhia divina.

A vida consagrada é importante justamente por ser sinal de gratuidade e amor, principalmente numa sociedade que tende a ser sufocada pela falta de justiça, de liberdade e sobre tudo pela falta de amor. A vida consagrada Mercedária por sua vez testemunha a superabundância do amor de Deus de Misericórdia e Ternura que impulsiona-nos a dar, a perder a própria vida, como resposta a esse imenso Amor do Senhor, que por primeiro perdeu a sua vida por nós.

A celebração do Jubileu dos 50 e 25 anos de consagração particularmente para nós Mercedarias Missionarias em Angola significa que Deus nos ama, apesar das nossas limitações e da nossa pequenez, foram anos de partilha e entrega no meio do povo de Espanha, Moçambique, Malanje e Luanda e na Congregação. Irmãs celebrar suas bodas de Ouro e Prata significa viver a história com alegria, os desafios, e a missão. Todos aqui presentes nos alegramo-nos de viver e sentir a presença de Deus na suas vidas pela entrega e doação que ajudaram o Reino de Deus acontecer no meio de nós. MUITO OBRIGADA  PELAS  SUAS VIDAS ENTREGUES DIA A DIA.

Nós os consagrados/as soubemos que a Vida Religiosa é uma caminhada bela e edificante. Tem seus segredos, seus encantos e suas paixões. O segredo da vocação á vida religiosa consagrada está no encantamento por Jesus, pela sua Igreja e pelo seu povo. Ninguém segue fielmente por muito tempo, a alguém por quem não tenha amor. O segredo da fidelidade na Vida Religiosa Consagrada está na alegria por Jesus, por sua pessoa, seu evangelho e seu projeto de vida libertador.

Esta celebração nos trás muita esperança para a Congregação e para a juventude. É um estímulo a perseverança, pois mesmo diante das dificuldades, vale a pena se colocar á caminho. Em especial para as jovens que estão iniciando a caminhada á Vida Consagrada, dentro delas se destacam, quatro noviças que se encontram em Equador na Casa de Formação, duas jovens que vão entrar no Postulando e três aspirantes em Luanda e cinco em Malanje.

Agradeço a Igreja Angolana pelo testemunho de fé que enriquece nossas vidas, a comunidade paroquial que nos ajuda a ser fiéis a mesma. A todos os presentes nosso, MUCHAS GRACIAS, TUASAKIDILA, TUAPANDULA, MUITO OBRIGADA, porque foram vós com a vossa fé e carinho fortaleceram o percorrido vocacional das nossas Irmãs. Que Nossa Mãe das Merces, Pedro Nolasco e Lutgarda Mass e Mateu nossa Fundadora intercedam por cada membro da nossa Família Religiosa e Deus bendiga nossa missão.

Uma vez mais agradecemos a Deus pelo chamado feito a Ir. Josefina, Ir. Augusta, Ir. Bibiana e pela sua generosa resposta. Moltes felicitats, PARABÉNS, Irmãs, que Deus da Misericórdia as conduza em seus caminhos e continue a ser sinal do amor de Deus. E para seguir celebrando estas Bodas de Ouro, Prata, de fidelidade que não tem fim digamos com Maria, “Se alegra mi espirito em Deus meu Salvador” porque o seu amor não tem fim.

Muito obrigada.